Páginas

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Mortes por doenças cardíacas e derrame crescem no inverno

Estudo australiano mostrou que a população não se protege das temperaturas frias


Pesquisadores australianos descobriram que as mortes causadas por doenças cardiovasculares no país aumentam “dramaticamente” durante o inverno. Uma das razões, de acordo com o estudo da Universidade de Tecnologia de Queensland, é que muitas pessoas não se protegem corretamente contra o frio.
Para Adrian Barnett, médico do Instituto de Saúde e Inovação Biomédica, o frio aumenta a pressão sanguínea porque as veias e artérias ficam mais estreitas, o que afeta o sistema circulatório.

A situação fica mais grave na Austrália, segundo o pesquisador, porque os australianos não usam roupas adequadas durante o inverno, além de as casas não estarem bem protegidas das temperaturas baixas.

- O inverno australiano apresenta mais riscos à saúde do que o inverno dos países do Norte da Europa, como Suécia e Finlândia. Quando as temperaturas caem 19 graus na Austrália, cresce o número de mortes causadas por complicações do coração e da circulação.

Os idosos são os mais afetados, de acordo com o estudo, porque a sensibilidade deles é menor e eles acabam não percebendo tanto o frio.

Para se proteger, no entanto, Barnett não recomenda aquecedores, mas, sim, alguns acessórios individuais, como chapéus, luvas e sapatilhas.

- Eles são mais eficientes que os aquecedores.







Fonte: R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário