Páginas

terça-feira, 13 de julho de 2010

ONU diz que jovens lideram luta contra Aids e registram menos infecções

Relatório registra mudança positiva de comportamento nos países mais afetados


Um levantamento do Unaids (Programa da Organização das Nações Unidas de combate à Aids) diz que os jovens entre 14 e 25 anos estão liderando o atual processo de luta contra a Aids – a prevalência do HIV nessa faixa etária diminuiu mais de 25% em 15 dos 25 países mais afetados pela doença.

Na Costa do Marfim, Etiópia, Quênia, Malawi, Namíbia, Tanzânia, Zâmbia e Zimbábue os índices diminuíram e também foram detectadas mudanças positivas no comportamento sexual dos jovens, diz o relatório.

Também no Burundi, Lesoto, Ruanda, Suazilândia, Bahamas e Haiti os jovens começam a tomar mais precauções para frear o número de contágios e esperam mais tempo até se tornarem sexualmente ativos. Apesar destas mudanças positivas, ainda há pelo menos 5 milhões de jovens no mundo com HIV. E 900 mil pessoas dessa faixa etária são infectadas por ano.

O texto diz que está acontecendo uma mudança entre os jovens no mundo, especialmente África subsahariana, que tem 80% dos jovens vivendo com Aids no mundo, o que equivale a 4 milhões de pessoas.

– Os jovens esperam mais para começar a vida sexual, têm menos parceiros e usam mais camisinhas. A prevalência do HIV entre pessoas jovens está caindo em muitos países importantes.

Em 13 países, os jovens desejam esperar mais para começar a vida sexual. No mesmo número de locais as pessoas também diziam ter se relacionado com menos parceiros sexuais nos últimos 12 meses do que em períodos anteriores.

A Unaids diz que programas para prevenir o HIV entre jovens devem incluir uma combinações de medidas que sejam aceitáveis para esse público. A organização cita serviços que aumentem o conhecimento deles sobre a doença, educação sexual e discussões sobre práticas sexuais saudáveis.


Fonte: R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário