Páginas

terça-feira, 6 de julho de 2010

Pesquisadores explicam por que pessoas morrem de parada cardíaca durante o sono

Estudo pode ajudar pacientes a se precaver para afastar problema


Pesquisadores da Universidade de Manchester, na Inglaterra, dizem ter resolvido o "mistério" envolvido na morte repentina de pessoas durante o sono, por parada cardíaca. A descoberta, feita por meio de modelos de computador, pode ajudar a salvar vidas ao fazer com que os indivíduos com maior risco do problema, chamado síndrome do nódulo sinusal, tomem atitudes preventivas.
A doença acontece quando a atividade do nódulo sinusal, região responsável por marcar o passo das batidas do coração, é prejudicada. O problema atinge principalmente idosos sadios e atletas bem treinados. A pesquisa, liderada pelo professor Henggui Zhang, mostra como a mutação de um gene e a atividade do sistema nervoso podem se combinar e alterar perigosamente o ritmo normal do coração.

Os pesquisadores descobriram que reações químicas presentes no sistema nervoso fazem com que o ritmo cardíaco fique mais baixo. Em pacientes com a síndrome, o processo pode impedir completamente a atividade elétrica do coração, o que prejudica os batimentos.

De acordo com o estudo, não há problemas com a estrutura do órgão, mas sim com mutações genéticas que interferem na produção de proteína chamada SCN5A, que interfere na atividade elétrica do coração.

Zhang diz que, antes, não se sabia as causas de algumas pessoas com a síndrome morrerem de repente, mas agora há pistas sobre o assunto.

– Agora, nós podemos usar estratégias para reduzir a influência de certas atividades dos nervos em pacientes com o problema. Isso pode ser feito por meio de drogas ou aparelhos de marca-passo.



Fonte: R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário