Páginas

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Cientistas revelam que estresse afeta sistema imunológico

Pessoas que com muita sensibilidade à rejeição social têm menos imunidade a doenças


Pesquisadores da Universidade da Califórnia (UCLA) descobriram que a forma como nosso cérebro reage a causas de estresse pode influenciar o sistema imunológico e fazer mal à saúde, causando inflamações e outras doenças.

O chefe do estudo, George Slavich, pesquisador do Centro de Psiconeuroimunologia da UCLA , e Shelley Taylor, professora de psicologia também da mesma universidade, revelaram que pessoas que possuem uma grande sensibilidade neural à rejeição social também possuem uma maior atividade inflamatória.

Uma inflamação crônica pode aumentar o risco de uma variedade de doenças, incluindo asma, artrite reumatoide, doenças cardiovasculares, certos tipos de câncer e depressão.

Segundo os pesquisadores, “existem diferenças importantes em como as pessoas interpretam e reagem a situações sociais”.

- Algumas veem uma palestra como um desafio, outras como algo estressante e ameaçador. No estudo, examinamos as bases neurais para essas diferenças e como elas se relacionam aos processos biológicos que afetam a saúde e o bem-estar das pessoas.

Os resultados da pesquisa revelaram que indivíduos que possuem uma atividade neural maior no córtex cingulado dorsal anterior e na ínsula anterior durante a rejeição social também apresentaram um maior aumento na atividade inflamatória quando eram expostos a algo muito estressante.


Fonte: R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário