Páginas

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

O que são cosméticos? Saiba um pouco da sua história

Cosméticos, produtos de higiene e perfumes são preparações constituídas por substâncias naturais ou sintéticas, de uso externo nas diversas partes do corpo humano – pele, sistema capilar, unhas, lábios, órgãos genitais externos, dentes e membranas mucosas da cavidade oral, com o objetivo exclusivo ou principal de limpá-las, perfumá-las, alterar sua aparência e/ou corrigir odores corporais e/ou protegê-las ou mantê-las em bom estado.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária


Um pouco da história dos Cosméticos


A história dos cosméticos começa muito além da Era Escrita pois, achados pré-históricos já denunciavam o uso de óleo roxo para cobrir defuntos. No sarcófago de Tutankamon (1400 a.C.) e outras tumbas, encontradas em 1922, continham em seu interior cremes, incensos e potes de azeite usados na decoração e no tratamento do corpo.

Cleópatra (69 a.C./30 a.C), última rainha do Egito, incorporou a beleza eterna, um símbolo para a cosmetologia, devido aos seus conhecidos banhos de leite de cabra e sua maquiagem característica.

No ano de 458 d.C., com o Império Romano, na Idade Média, houve um período em que o rigor religioso do Cristianismo reprimiu o culto à higiene e a exaltação da beleza e foi só no século XV, durante o Renascimento que houve uma redescoberta ao embelezamento por parte das mulheres, mas a falta de higiene e o odor corporal persistia e impôs o desenvolvimento de perfumes.

Nos séculos XVII e XVIII, a denominada Idade Moderna, em Paris era muito comum a venda de cosméticos, pomadas, azeites, águas aromáticas e sabonetes e outros artigos de beleza e em 1725, Giovanni Maria Faria, estabeleceu-se em Colônia, na Alemanha, onde criou a famosa água de colônia.

Já na Idade Contemporânea surgem os cremes de beleza e os “leites” e a evolução da cosmética mundial é notória. Em 1886 nasce em Nova York, Estados Unidos, a Califórnia Perfume Company que mais tarde, em 1939, passar a ser chamada de Avon juntamente com a ampliação para outros estados americanos. Na década de 50 expandiu para os cinco continentes, inclusive para o Brasil em 1959, sendo líder mundial em venda direta de cosméticos e produtos de beleza.

Helena Rubinstein foi uma grande pioneira na indústria da beleza. Às vésperas do século XX, revolucionou os conceitos de tratamentos de beleza tradicionais, criando, a partir de muita pesquisa, fórmulas inovadoras, consideradas milagrosas, para combater rugas e os efeitos do vento e do sol sobre a pele. Estas fórmulas seriam retomadas mais tarde por toda a indústria cosmética mundial. Visionária, abriu em 1902 um instituto de beleza, associando pela primeira vez na história a dermatologia à cosmética e em 1983, a marca Helena Rubinstein foi vendida para a L’Oreal, iniciando o processo de consolidação das marcas de luxo no Brasil. Criada há quase um século por um químico, a L'Oreal se especializou em apenas uma campo: a cosmética. Hoje a L’Oreal detém o mercado cosmético com as marcas, L'Oreal Paris, Garnier, Maybelline New York, Laboratoires Vichy, La Roche-Posay, L'Oreal Professional, Redken, Kerastase, Lancôme, Biotherm, Helena Rubinstein entre outras, além dos perfumes Cacharel, Giorgio Armani e Ralph Lauren

No Brasil, em 1969, contando com um laboratório e uma pequena loja na cidade de São Paulo, foi fundada a Natura e mais tarde, em 1974, optou pelo sistema de venda direta.

Durante os anos 70 e 80 os aparelhos de laser e os ácidos retinóico e glicólico começam a ser empregados no tratamento de rugas e manchas e os filtros solares começam a tomar espaço em território brasileiro.

Já nos anos 90 o tempo entre a aplicação do cosmético e o aparecimento do efeito prometido na bula diminui de 30 dias para menos de 24 horas. Surgem os cosméticos multifuncionais, como batons com protetor solar e hidratantes que previnem o envelhecimento.

Entrando no século XXI, fica cada vez mais claro os benefícios dos cosméticos sobre a pele, cabelos e unhas, surgem então, a denominação “cosmecêutico” que remete a um produto de tecnologia mais avançada e conseqüente ação fisiológica comprovada. Tudo leva a crer que o combate ao envelhecimento está sendo vencido, as pesquisas avançam na direção da descoberta de matérias-primas cada vez mais eficazes atuando na qualidade celular e do rejuvenescimento sem intervenção cirúrgica.


Nenhum comentário:

Postar um comentário